Empregado não é obrigado a trabalhar após pedir rescisão indireta em ação, entende TST

Empregado não é obrigado a trabalhar após pedir rescisão indireta em ação, entende TST