O desafio dos novos prováveis prefeitos é se mostrarem capazes


Os grandes nomes de outrora estão saindo do cenário político local. A situação para eles é tão séria que nem nos questionamentos de resposta espontânea aparecem mais.
O desafio deles é se mostrarem capazes
O desafio deles é se mostrarem capazes de vencerem seus próprios medos
A população já incorporou a ideia de que o próximo prefeito de Codó será alguém que nunca foi prefeito antes, ninguém sabe ainda de que grupo ele será – se de um remanescente dos quase extintos caciques ou de um grupo novo onde ‘cabeça de chapa’ e vice representem, realmente, esta nova visão do eleitor codoense.
ENTERRANDO OS ANTIGOS
No novo cenário figuram, principalmente, Francisco Nagib, Pedro Belo, Chiquinho do Saae e João dos Plásticos, este último resolveu encarar o desafio recentemente e já pontua, acredite.
Os quatro, ao contrário dos demais que almejam o cargo de prefeito, estão se mexendo pra todo lado.
Estão tomando o lugar dos ex-mais fortes e começando a visitar do nascimento ao velório (prática recorrente na política local). As vezes andam tanto que se encontram como neste registro do jornalista Francisco Oliveira, do correiocodoense.
É CEDO?
Não começaram cedo NÃO. Como a ‘inhaca’ de aves perigosas o cheiro dos antigos ainda os impregna quando de suas caminhadas e os novos precisam rodar muito, além de tomar bastante banho de sal grosso, até que  sejam considerados apenas eles mesmos e não a sombra de alguém outrora poderoso, deste dependente.
É possível?
Claro, os coroas da política codoense já estão no saco, as pesquisas de opinião, engavetadas por aí, mostram isso. Aqueles que nunca aparecem na cidade também estão em grande desvantagem.
O único que ainda respira ares do poder, precisará passar por seu maior teste – o de transferir votos à quem quer que seja.
O resto já foi para o saco e tenta se manter apenas agarrado à uma herança política fraca e sem frutos relevantes que os tornem, realmente, merecedores de um retorno.
ENTRE A CORAGEM E O MEDO
Se os que se mostram novos tiverem coragem poderão reescrever um novo capítulo desta novela de agora em diante.
Também podem escolher o caminho dos covardes que tudo esperam, nada produzem, tudo temem, tudo é difícil, falta isso, não tenho aquilo.
Creio que não é o que os eleitores de Codó começaram a esperar deles, ganhará aquele que se mostrar mais capaz de tomar as rédeas de nossos mais arcaicos problemas e minimizá-los no próximo governo.
Quem será, dentre estes, o mais corajoso?

 Blog do Acélio Trindade

EU conheço os Meus Direitos. E VOCÊ conhece os Seus?