Blog do Tomé Mota - Feito é melhor do que perfeito!

Santa Cruz diz que vai até as últimas consequências pela memória de seu pai

Declarações

Nesta semana, Bolsonaro disse saber como pai de Santa Cruz desapareceu na ditadura.

sexta-feira, 2 de agosto de 2019

Nesta sexta-feira, 2, o presidente do Conselho Federal da OAB, Felipe Santa Cruz, voltou a comentar as declarações de Bolsonaro sobre o desaparecimento de seu pai. O batonier da advocacia afirmou que irá até as últimas consequências para que o presidente respeite a memória de Fernando Santa Cruz.

Veja:

Em reunião almoço do IASP – Instituto dos Advogados de São Paulo, Santa Cruz afirmou que há uma agenda mais importante a ser discutida para o Brasil do que um bate-boca entre ele e Bolsonaro.

Santa Cruz lamentou que esse episódio só tenha ocorrido por incompreensão do Presidente da República e o desrespeito à prerrogativa do advogado, que é sigilo com seu cliente no caso de Adélio Bispo, autor da facada durante a disputa eleitoral. Ele afirmou categoricamente que a Ordem não impediu a perícia de ser feita, contrariando as acusações de Bolsonaro.

Eu tomei posição, posição pública de solidariedade ao presidente, quando houve o atentado a vida dele. Todos nós nos comovemos e achamos aquilo um absurdo dentro da democracia e dentro da cultura de paz da nossa eleições recentes e nós não impedimos essa perícia.”

Renomados advogados e juristas estiveram presentes prestando sua solidareidade à Santa Cruz, entre eles, o ex-presidente do Conselho Federal Mário Sérgio Duarte Garcia, que esteve à frente da Ordem de 1979 a 1981, quando a ditadura militar começou a dar os primeiros sinais de esgotamento. Sua gestão foi marcada pelo engajamento na luta pela anistia aos presos políticos.

Inicialmente convidado pelo Instituto para falar sobre a PEC 108/2019, que pede o fim dos conselhos profissionais, o presidente comentou o trabalho que tem feito junto ao congresso contra a proposta. Para ele, o fim do exame de Ordem é o fim da advocacia. “Se a OAB fosse uma entidade mercantil, ela adoraria os 3 milhões de bacharéis pagando anuidade. Mas nós não podemos trocar esse fortalecimento financeiro pela absoluta descaracterização dos princípios e das qualidades da nossa profissão.

t

t

Fonte:

t

Banco indenizará mulher vítima de fraude por assinatura falsa

Dano moral

Imóvel foi dado em garantia, mediante alienação fiduciária, pela falta de pagamento de contrato que a mulher não assinou.

sexta-feira, 2 de agosto de 2019

O juiz de Direito Maurício Lima de Oliveira, da 16ª vara de Relações de Consumo de Salvador/BA, condenou um banco ao pagamento de indenização para uma mulher que quase perdeu seu imóvel, em razão de dívida referente a serviço não contratado. O magistrado verificou que a mulher foi vítima de fraude, tendo sua assinatura falsificada.

t

A mulher foi tomada de surpresa com um telefonema do banco, solicitando o imediato pagamento de prestações em atraso referentes a um contrato firmado. Ela descobriu que poderia ter seu nome inscrito no cadastro de maus pagadores e que sua casa fora dada em garantia, mediante alienação fiduciária.

Na ação contra o banco, ela alegou que desconhecia qualquer contrato e que foi vítima de fraude, uma vez que a assinatura que constava no documento não era sua.

Dano moral

Ao analisar o caso, o juiz condenou o banco ao pagamento de R$ 5 mil por dano moral. Ele analisou perícia realizada pelo departamento da Secretaria de Segurança Pública da Bahia, que concluiu que as assinaturas eram falsas e que não foram produzidas pelo punho da autora.

“Portanto, resta comprovada a existência de fraude, não podendo a acionante sofrer os efeitos do contrato a que aludem os autos.”

Para ele, o dano moral restou configurado, pois a autora esteve diante da possibilidade de perder o seu imóvel e de ter o seu nome lançado no rol de maus pagadores.

Assim, declarou a inexistência de relação jurídica entre a mulher e a instituição financeira.

  • Processo: 0574828-67.2015.8.05.0001

O caso tramita sob segredo de justiça.

Fonte: Migalhas

Padre Marcelo Rossi fala sobre a agressão sofrida durante a celebração de uma missa 

A Canção Nova, que promoveu o evento PHN (Por Hoje Não), emitiu nota lamentando o incidente.

Confira a íntegra:

A Canção Nova lamenta o incidente ocorrido com o padre Marcelo Rossi durante a missa que ele presidia neste domingo (14/07), em Cachoeira Paulista (SP), no encerramento do Acampamento PHN. O sacerdote passa bem, conforme vídeo anexo. Ele foi atendido pela equipe médica do evento e presidiu a celebração até o fim.

Desabafo de Marta serve também para o futebol masculino?

Por Tomé Mota

A maior artilheira em copas do mundo, Marta, faz desabafo após a eliminação da seleção feminina de futebol nas oitavas de final da copa do mundo.

Não é mais novidade, o mundo inteiro já assistiu o vídeo…

Mas, se refletirmos a mensagem transmitida, o recado, em nossa opinião, serve muito mais para os jogadores do futebol masculino, que tem deixado a desejar e com nível baixíssimo de qualidade técnica.

Assim como a Marta, a Formiga e a Cristiane não jogarão para sempre, de igual forma o Pelé, o Garrinhcha, o Zico, o Rivelino, o Romário, o Rivaldo, o Ronaldinho Gaúcho, o Ronaldo Fenômeno, dentre outros craques, não jogaram para sempre, a fala de Marta sobre o futuro do futebol feminino no Brasil, se reflete no presente do futebol masculino.

Em tempos em que o jogador Neymar Jr. é considerado “o melhor que nós temos no futebol brasileiro”, já corrobora que a fala de Marta deve ser colocada em prática também pelos homens.

Vídeo extraído de redes sociais.